Défice público português em 2006 fica em 3,9 por cento do PIB

20 March 2007

Lisboa, Portugal, 20 Mar – O défice público português foi de 3,9 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2006, um valor melhor do que os 4,6 por cento previstos pelo Governo, anunciou segunda-feira em Lisboa o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O Governo já tinha anunciado que o défice que seria reportado à Comissão Europeia, em contabilidade nacional, ficaria abaixo do esperado, depois de se ter sabido que em contabilidade pública tinha ficado 2,3 mil milhões de euros melhor do que o orçamentado.

O INE veio confirmar isso mesmo, no reporte dos défices excessivos, dizendo que o défice orçamental baixou 2,1 pontos percentuais para 3,9 por cento do PIB, de acordo com o apuramento em contabilidade nacional.

Os dados divulgados pelo INE mostram que o défice público somava cerca de seis mil milhões de euros, menos 2,9 mil milhões do que no ano anterior.

A contribuir para a melhoria das contas públicas esteve, sobretudo, o défice da administração central, que baixou 26 por cento, ou seja, 2,3 mil milhões de euros.

A administração local também melhorou as suas contas, passando de um défice de 436 milhões de euros para um excedente de 60,6 milhões de euros, ao mesmo tempo que o saldo positivo da segurança social melhorou 29 milhões de euros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH