Itália quer acordo com o Brasil para a produção de bio-combustível em Moçambique

20 March 2007

São Paulo, Brasil, 20 Mar – O governo italiano pretende obter um acordo entre as petrolíferas brasileira Petrobras e a italiana ENI para investir na produção de etanol em África, concretamente em Moçambique, escreve na sua edição de hoje o jornal O Estado de São Paulo

O jornal adianta ter-se realizado em Roma, na segunda-feira, uma reunião com mais de 300 participantes do sector privado, governo e entidades civis no decurso da qual os representantes do governo defenderam a obtenção rápida de um entendimento.

O primeiro-ministro de Itália, Romando Prodi, visita oficialmente o Brasil a partir de dia 26 e Roma não esconde que aguarda a assinatura de um acordo sobre bio-combustíveis.

Durante o encontro de segunda-feira em Roma, o ministro das Relações Exteriores da Itália, Massimo D`Alema, apoiou o projecto entre a Petrobras e a Eni.

“Temos de promover um salto de qualidade na cooperação económica com o Brasil e por isso achamos que é importante concluir o acordo entre a Eni e a Petrobras para a produção de etanol numa ‘joint-venture’ ítalo-brasileira em África”, afirmou.

Para a Itália, um acordo em Moçambique ainda cumpre outro objectivo que é o de apoiar o desenvolvimento do país pois Roma esteve envolvida desde o início no processo de paz de Moçambique e é um dos principais financiadores de projectos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH