Moçambique quer aumentar relações económicas com países de língua portuguesa

26 March 2007

Maputo, Moçambique, 26 Mar – Moçambique pretende aumentar o volume de negócios com os restantes países de língua portuguesa cujas relações são apenas boas ao nível político, afirmou sexta-feira em Maputo o presidente do Instituto para a Promoção de Exportações (Ipex), João Macaringue.

“A cooperação entre Moçambique e outros países de língua portuguesa embora seja boa ao nível político não é como deveria ser ao nível económico e, por isso, queremos aproveitar essas relações políticas para impulsionar os volumes de negócios”, disse João Macaringue.

O presidente do Ipex fazia o ponto de situação dos preparativos do encontro dos empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os países de Língua Portuguesa (excluíndo o Brasil e São Tome e Príncipe), a decorrer na capital moçambicana entre os dias 18 e 20 de Abril próximo.

Neste grupo de países está incluída a região administrativa especial de Macau.

Actualmente, Moçambique exporta, em quantidades consideráveis, lingotes de alumínio, energia eléctrica, gás natural e camarão mas a exportação destes produtos em detrimento dos agrícolas não tem um impacto que seria desejável para o desenvolvimento das populações.

”É por isso que, durante este encontro, iremos estudar as potencialidades dos mercados dos outros países, para ver se também encontramos uma maneira de alargar e diversificar a base dos nossos produtos para lá exportados”, afirmou.

O encontro de empresários para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa é um evento anual, que ocorre de forma rotativa entre os países membros do Fórum.

Este Fórum é uma organização, sem cunho político, constituído em 2003, com a iniciativa da China para reforçar a cooperação e intercâmbio económico entre aquele país e os restantes da língua portuguesa, sendo Macau, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, Timor Leste, além da China.

O encontro de Maputo é organizado pelo IPEX e visa promover as relações comerciais e outras formas de parceria entre empresas dos países membros e identificar oportunidades de negócio.

Contribuir para melhorar as relações entre os organismos de promoção do comércio e investimentos, câmaras de comércio e associações empresariais por forma a dinamizar as relações económicas entre os países membros, é outro dos objectivos do encontro em que se prevê a participação de entre 450 e 500 entidades. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH