Governo de Angola investe na reconstrução da rede viária de Luanda

30 March 2007

Luanda, Angola, 30 Mar – O governo angolano vai investir mil milhões de dólares emprestados pelo Brasil na reconstrução da rede viária de Luanda nos próximos 12 meses, informou quinta-feira a imprensa oficial.

A totalidade da verba é proveniente da linha de crédito disponibilizada pelo Brasil e, por isso, todas as empreitadas serão levadas a cabo por empresas de construção brasileiras: Odebrecht, Queiroz Galvão, Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e EMSA.

A avultada verba destina-se a recuperar uma rede viária que se encontra à beira da ruptura e que provoca enormes dores de cabeça a todos os automobilistas que diariamente são obrigados a enfrentar várias horas de filas de trânsito para poderem chegar aos seus empregos em Luanda.

De acordo com o comunicado do Conselho de Ministros, citado pelo Jornal de Angola, pretende-se com estas obras “resolver problemas relacionados com o congestionamento do trânsito, dificuldades de acesso às áreas limítrofes, circulação regular de veículos e peões e a drenagem da água da chuva”.

O director geral do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), Joaquim Sebastião, garantiu na quarta-feira que as obras começarão “imediatamente”, tendo o seu organismo e o governo provincial de Luanda de estudar as alternativas de trânsito para a capital enquanto decorrem as empreitadas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH