Produtos brasileiros terão presença tímida na edição da Primavera da Feira de Cantão

30 March 2007

São Paulo, Brasil, 30 Mar – A edição da Primavera da Feira de Cantão terá poucos produtos brasileiros em exposição embora pela primeira vez em mais de 50 anos haja espaço para mercadorias estrangeiras, disseram à macauhub responsáveis de duas câmaras de comércio com sede no Brasil.

Na avaliação da Câmara Brasil China de Desenvolvimento Económico (CBCDE) e da Câmara de Comércio e Indústria Brasil China (CCIBC), os empresários do Brasil não tiveram tempo de se preparar para expor os seus artigos na maior feira comercial da China.

A 101ª edição da Feira de Cantão ocorre entre 15 e 30 de Abril. A organização do evento destinou 10 mil m² — de um total de 550 mil m² — para a apresentação produtos estrangeiros, sendo 500 m² para o Brasil.

O espaço destinado aos brasileiros não será totalmente aproveitado, prevê Charles Tang, presidente da CCIBC, organização que dá apoio aos interessados em participar na Feira de Cantão.

Os empresários não tiveram tempo suficiente para preparar amostras de seus produtos, já que a novidade foi divulgada há poucas semanas, lamentou o responsável pela CCIBC. “Alguns levarão pequenos artigos ou apenas folhetos, como é o caso de uma empresa brasileira de linha branca”, indicou Tang.

O presidente da CCIBC disse, porém, que a edição 102 da Feira de Cantão, no Outono, verá uma quantidade bem maior de produtos do Brasil. “Para a edição de Outubro, vamos pedir mais espaço”.

Paul Liu, presidente da CBCDE, entidade que também auxilia os interessados a participar do evento, concorda: “para Abril, não teremos tempo de expor, mas a partir das próximas estaremos lá com produtos”.

Ainda que não participem como exportadores, os brasileiros estão cada vez mais interessados em comparecer ao evento, de acordo com uma operadora brasileira de turismo.

Eduardo Scarparo, diretor da Gladtur Turismo, disse à macauhub que estima organizar a ida de cerca de 350 brasileiros à Feira de Cantão este ano (considerando as edições de Abril e Outubro).

“Nos últimos quatro anos cresceu muito o número de empresários brasileiros interessados na Feira de Cantão. No ano passado, considerando as duas edições da feira, levámos cerca de 250 empresários” disse o diretor da Gladtur, quatro vezes mais do que os 60 de 2004.

A Gladtur Turismo é especializada em viagens de negócios para a Ásia, organiza excursões para a Feira de Cantão há 20 anos e, este ano, está a organizar excursões empresariais para 60 feiras na China. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH