Italiana ENI chega a acordo para comprar uma participação na central de gás natural em Angola

3 April 2007

San Donato Milanese, Itália, 03 Abr – A petrolífera ENI – Ente Nazionale Idrocarburi anunciou segunda-feira ter chegado a acordo através da sua subsidiária ENI Angola Exploration para comprar uma participação de 13,6 por cento no projecto para a construção de uma central de gás natural liquefeito em Angola.

A petrolífera italiana vai comprar 13,6 por cento da empresa que vai construir a central, um projecto avaliado em 4 mil milhões de dólares e que será partilhado pela Sonangol, com 22 por cento, Chevron com 36,4 por cento e Total e BP, ambos com 13,6 por cento.

O projecto, que tem uma licença do Estado angolano por 28 anos, vai permitir processar nesse período 220 mil milhões de metros cúbicos de gás com a produção de 128 milhões de toneladas de LNG (gás natural liquefeito, na sigla em inglês), 104 milhões de barris de condensados e 257 milhões de barris de LPG (gás de petróleo liquefeito, na sigla em inglês).

O gás natural liquefeito será enviado para os Estados Unidos da América, para a fábrica de re-gaseificação de Pascagoula, Golfo do México, onde a ENI irá adquirir uma capacidade de re-gaseificação de 5 mil milhões de metros cúbicos por ano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH