Governo de Macau suspende residência por investimento em imobiliário

4 April 2007

Macau, China, 04 Abr – O Governo de Macau suspendeu a obtenção do direito de residência no território com um investimento imobiliário, anunciou terça-feira na Assembleia Legislativa o Chefe do Executivo, Edmund Ho.

Edmund Ho explicou que o regime “será suspenso” e posteriormente revisto tendo em conta as novas realidades de Macau.

O Chefe do Executivo de Macau disse ainda que os cerca de 4.000 pedidos existentes serão, no entanto, atendidos.

Edmundo Ho referiu-se igualmente ao processo de concessão de terrenos em Macau dizendo que o Governo pondera a realização de hastas públicas para quando os terrenos se destinem à construção de habitação mas alertou para a consequência do aumento do preço da imobiliária.

“Ao lançar um concurso público, as grandes empresas do exterior, que possuem maior capacidade económica, podem facilmente apresentar uma candidatura e ganhar o concurso mas isso tem como consequência o aumento dos preços”, disse.

Ainda no plano da habitação, Edmund Ho afirmou que os preços no mercado imobiliário estão a subir e que o Governo vai construir em cinco anos 10.000 habitações económicas e sociais, com vista a colmatar as dificuldades sentidas por parte da população na aquisição de habitação própria. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH