Angola vai ter sede da Comissão do Golfo da Guiné

12 April 2007

Luanda, Angola, 12 Abr – A instalação, em Angola, do secretariado executivo da Comissão do Golfo da Guiné vai colocar o país no centro dos principais problemas que ocorrem naquela sub-região do continente africano, afirmou quarta-feira em Luanda o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, João Pedro.

O porta-voz fez esta afirmação no final de uma audiência que o ministro das Relações Exteriores, João Miranda, concedeu ao secretário executivo da Comissão do Golfo da Guiné, Carlos Alberto Bragança Gomes, de nacionalidade santomense, de acordo com a agência noticiosa angolana Angop.

Questionado sobre os ganhos de Angola ao albergar a sede da organização, João Pedro explicou que os mesmos são de natureza estratégica, tendo em conta que o país passará a estar no centro da política regional.

João Pedro disse ainda que, durante a audiência, o ministro procedeu à entrega formal ao secretário executivo do acordo sede que vai reger as relações entre o Governo angolano e a Comissão do Golfo da Guiné.

Este procedimento foi acordado na última Cimeira de Chefes de Estado realizada em Outubro de 2006, em Libreville (Gabão), onde Angola se comprometeu a albergar a sede da organização e criar as condições para o seu funcionamento.

João Pedro disse ainda que o acordo sede vai ser discutido entre as autoridades governamentais e o secretariado para que, brevemente, o mesmo seja aprovado em sessão do Conselho de Ministros do Governo angolano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH