Parque da Gorongosa, em Moçambique, abriu ao público

17 April 2007

Maputo, Moçambique, 17 Abr – O Parque Nacional da Gorongosa, na província moçambicana de Sofala com uma área de quatro mil quilómetros, abriu segunda-feira para a época 2007, contando com a reintrodução de mais animais selvagens para restaurar o seu ecossistema e potenciar a indústria de ecoturismo.

A reintrodução no parque de maior número de animais selvagens, praticamente extintos ao longo de quase 20 anos de guerra civil em Moçambique, será uma das principais novidades da época 2007.

Entre Maio e Agosto, no âmbito do Programa de Reintrodução de Fauna Bravia, cerca de 750 animais chegarão ao parque, entre os quais 400 bois-cavalos, 200 zebras e 150 búfalos.

Responsáveis do Parque da Gorongosa prevêm também reintoduzir espécies em falta tais como rinoceronte e antílopes roan.

A abertura do parque ao público coincide com o final da época das chuvas (aproximadamente de Novembro a Abril), durante a qual o acesso ao interior do parque, onde os animais selvagens podem ser observados, é vedado.

No parque já podem ser vistas impalas, facoceros, oribis, inhacossos, changos, búfalos, imbabalas, elefantes, leões, hipopótamos e crocodilos.

O Parque Nacional da Gorongosa está localizado no extremo sul do Grande Vale do Rift da África Oriental, incorporando os rios que nascem no vizinho Monte Gorongosa, com um pico de 1.862 metros de altitude, e que acabam por irrigar a vasta planície.

Portugal manifestou já a sua intenção de apoiar um projecto para proteger e restaurar o ecossistema do parque, bem como para desenvolver uma indústria de ecoturismo que permita beneficiar as comunidades locais.

O projecto está, aliás, integrado no Programa Indicativo da Cooperação (PIC) entre Portugal e Moçambique para o triénio 2007-2009.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH