Rochas ornamentais em Angola proporcionam receitas de 15 milhões de dólares

17 April 2007

Luanda, Angola, 17 Abr – O subsector das rochas ornamentais de Angola factura anualmente 15 milhões de dólares com uma produção calculada em 45 mil metros cúbicos, afirmou segunda-feira em Luanda o vice-ministro da Geologia e Minas, Makenda Ambroise.

O vice-ministro, que falava no decurso de um seminário sobre tecnologia italiana no âmbito das comemorações do dia do mineiro angolano, a assinalar-se a 27 deste mês, acrescentou que a produção, fundamentalmente de granitos e mármore, tem sido maioritariamente garantida pelas províncias do sul do país, particularmente da Huíla e Namibe.

De acordo com o vice-ministro, a obtenção destes resultados foi possível devido ao programa de revitalização do subsector das rochas ornamentais, aprovado em 2003.

“O mesmo permitiu o arranque de vários projectos de extracção com a participação da iniciativa privada nacional e estrangeira, atingindo níveis aceitáveis de produção e de comercialização, enfrentando assim os novos desafios no sector mineiro”, disse.

O seminário sobre “Tecnologia Italiana” visou o estreitamento das relações entre empresas angolanas e italianas e a apresentação do potencial daquele país europeu em novas tecnologias. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH