Banco Millenium comemora um ano em Angola com abertura de duas novas agências

18 April 2007

Luanda, Angola, 18 Abr – O banco Millenium Angola comemorou terça-feira o seu primeiro aniversário com a abertura de mais duas agências na província de Luanda e o objectivo de terminar 2007 com uma rede de 20 balcões.

António Castro Henriques, administrador do Millenium BCP e presidente do conselho de administração do Millenium Angola, admitiu que o processo de expansão da rede de balcões tem sido feito tendo em conta a presença do Banco de Fomento de Angola (BFA).

Durante o último ano, “tivemos muito presente” a Operação Pública de Aquisição (OPA) do Banco Português de Investimento pelo Millenium e o “nosso plano de expansão foi mais moderado” em Angola, explicou.

O BFA é um dos maiores bancos angolanos e é detido a 100 por cento pelo BPI, enquanto o Millenium Angola é um pequeno banco que no primeiro trimestre deste ano obteve 1,1 milhões de euros de resultados e no ano passado, de Abril a Dezembro, ultrapassou 2,75 milhões de euros.

Caso se venha a concretizar a OPA do Millenium BCP sobre o BPI, os dois bancos deverão fundir-se em Angola, como confirmou Castro Henriques.

Presente em Angola com uma sucursal do BCP desde 1994, o Millenium só criou um banco angolano em 2006, tendo este actualmente um capital social de 25 milhões de dólares, fundos próprios de 40 milhões de dólares e 120 funcionários.

Com três milhões de clientes em Portugal, um milhão de clientes na Polónia, quase um milhão na Grécia e meio milhão em Moçambique, onde já possui uma rede de 76 balcões, o Millenium Angola tem entre um e dois por cento da população angolana com conta bancária, que ainda não alcança os dez por cento do país.

Com a abertura das duas agências de hoje, uma em Viana e outra na cidade de Luanda, o Millenium Angola tem agora uma rede de cinco que se expandirá nos próximos dias para sete, com a inauguração de balcões em Benguela e no Lobito. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH