Empresa australiana CityView identifica 59 depósitos de ouro e berílio na Ucua, Angola

23 April 2007

Perth, Austrália, 23 Abr – A CityView, multinacional de origem australiana, anunciou hoje que foram identificadas três zonas estruturais e 59 possíveis depósitos de minério, sobretudo ouro e berílio, em Angola, na sua concessão da Ucua, província do Bengo.

A “Zona de Deformação de Ucua”, uma das três identificadas, foi reconhecida pela empresa responsável pelos trabalhos de campo como tendo “bom potencial” para “mineralização de ouro”, refere a empresa em comunicado sexta-feira divulgado.

Esta zona, com uma extensão de 6,5 quilómetros, situa-se na parte norte da concessão, que tem uma área total de 1.358 quilómetros quadrados, adianta.

A concessão integra o complexo de Dande, importante concentração de pegmatite, rocha de onde se extraem minerais raros como o berílio.

Este metal é usado pelas siderurgias e centrais nucleares, sendo actualmente a sua produção controlada pelos Estados Unidos, China e Rússia.

Os trabalhos de exploração, que serão retomados de imediato, permitiram até agora a identificação de 59 depósitos de diversos minerais na região.

Também foram identificadas reservas de pegmatite na Zona da Falha de Zenza, cuja estrutura é normalmente associada a “depósitos económicos de ouro”, refere a CityView.

Além da concessão de Ucua, a empresa australiana tem em Angola a licença de exploração do Longonjo (3.764 quilómetros quadrados a sudoeste da cidade do Huambo, centro de Angola), onde se acredita haver depósitos de urânio e cobre. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH