São Tomé e Príncipe vai propor ao Clube de Paris anulação de dívida de 60 milhões de dólares

25 April 2007

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 25 Abr – São Tomé e Príncipe vai apresentar aos credores do Clube de Paris um pedido de anulação da sua dívida externa avaliada em 60 milhões de dólares, revelou terça-feira a Rádio Nacional do arquipélago.

A emissora estatal noticiou que uma delegação governamental são-tomense chefiada pela Ministra de Plano e Finanças, Maria Tebús Torres, viajará na primeira quinzena de Maio próximo para Paris a fim de negociar com os parceiros a proposta de anulação concebida pelas autoridades são-tomenses.

Em finais de Novembro último, a França decidiu reescalonar a dívida bilateral de São Tomé e Príncipe estimada em 3,5 milhões de euros, no âmbito de implementação de acordo de Paris.

O reescalonamento visava incentivar investimentos em projectos sociais de combate a pobreza, concebidos e executados pelas autoridades são-tomenses em parceria com a agência francesa de desenvolvimento de acordo com a convenção bilateral na base do acordo Clube de Paris, estabelecido em 13 de Setembro de 2005.

Em Março último, o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional decidiram perdoar 327 milhões de dólares ou 91 por cento da dívida externa que São Tomé e Príncipe contraiu junto dos parceiros internacionais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH