Governo da Guiné-Bissau fixa preço de castanha de caju a 200 Francos CFA/quilo

26 April 2007

Bissau, Guiné-Bissau, 26 Abr – O governo da Guiné-Bissau fixou hoje a 200 francos CFA (0,43 dólares)/quilo o preço de compra e venda da castanha do caju, principal produto de exportação do país e uma das mais importantes fontes de receita do Estado guineense.

A notícia da fixação do preço de referência de compra e venda da castanha do caju foi anunciada à imprensa pelo ministro das Finanças, Issuf Sanhá, na conclusão de uma série de reuniões que o novo governo tem feito nos últimos dias sobre a problemática do caju.

Com a fixação do preço estão criadas as condições para o arranque da campanha de compra e venda do caju, uma medida que era aguardada pelos agricultores, comerciantes e exportadores, frisou Issuf Sanhá.

A acompanhar o preço de 200 francos CFA por quilo, o governo determinou uma série de “medidas de controlo” como forma de “disciplinar” a campanha de comercialização de 2007, nomeadamente a proibição de escoamento do produto através de fronteiras terrestres e abertura de linhas de crédito bancário para ajudar os empresários locais a comprar o caju.

A campanha de comercialização do caju da última safra saldou-se num fracasso devido ao anterior executivo ter fixado o preço de 350 Francos CFA (0,75 dólares) por quilo, o que acabou por inviabilizar a compra do produto, uma vez que os compradores alegaram que o preço fixado era elevado.

Estudos autorizados indicam que cerca de 80 por cento da população guineense vive directa ou indirectamente do caju. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH