China teve um crescimento económico médio de 9,67 por cento entre 1978 e 2006

11 May 2007

Pequim, China, 11 Mai – A China registou entre 1978 e 2006 um crescimento económico médio anual de 9,67 por cento, informou quinta-feira a agência noticiosa oficial chinesa Nova China, citando o responsável pela agência governamental de planeamento económico do país.

“A taxa de crescimento anual chinesa foi muito mais alta do que a do Produto Interno Bruto (PIB) médio mundial ao longo dos mesmos anos, que se situou em 3,3 por cento”, disse Ma Kai, director da Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento (CNRD) da China, o ministério responsável pela planificação económica.

“Como o país está cada vez mais aberto ao mundo, a China recebeu mais investimento directo estrangeiro do que qualquer outro país em vias de desenvolvimento por 14 anos consecutivos e até o final de 2006 tinha 590 mil empresas estrangeiras”, afirmou Ma Kai.

O Banco Popular da China (banco central) anunciou recentemente previsões de que PIB do país registará em 2007, e pelo quinto ano consecutivo, um crescimento económico na casa das dezenas.

De acordo com o departamento de investigação do banco central, a China crescerá 10 por cento em 2007, após o PIB ter crescido 10,7 por cento em 2006, alimentado pelas exportações e pelos índices elevados de investimento em activos fixos.

Durante décadas, a política económica chinesa privilegiou, sobretudo, o crescimento e só recentemente questões como a poluição, o consumo energético e as desigualdades de rendimentos é que entraram na agenda política.

O rápido crescimento da quarta maior economia mundial tem vindo a causar preocupação no governo, que receia que um possível aumento da inflação devido ao crescimento económico descontrolado possa deixar as famílias, empresas e bancos expostos a excessivos índices de endividamento, com as consequentes manifestações políticas e sociais.

Para tentar arrefecer a economia, o banco central chinês tomou já medidas de controlo macroeconómico, como o aumento das taxas de juro e das taxas de reservas monetárias que os bancos comerciais devem ter no banco central. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH