Índia quer aumentar compras de carvão a Moçambique e à África do Sul

15 May 2007

Joanesburgo, África do Sul, 15 Mai – A Índia quer aumentar as compras de carvão a Moçambique e à África do Sul para alimentar o grande número de centrais termo-eléctricas que está a instalar, revelou segunda-feira em Joanesburgo a consultora sul-africana Osho Energy.

Tushar Agrawal, da consultora sul-africana, afirmou que a Osho Energy está mandatada pelas empresas de energia indianas para a compra de um total de 20 milhões de toneladas anuais de carvão dos dois países africanos, a partir de 2009.

“Estamos à procura de toda a quantidade [necessitada pelas empresas indianas] na África do Sul e em Moçambique”, afirmou o responsável da Osho.

A consultora adianta que não vai competir com os compradores europeus pelas melhores categorias de carvão, focando-se na compra de produção de menor qualidade, vendida por produtores mais pequenos, com os quais já está em contacto.

A Índia está actualmente a instalar sete novas centrais eléctricas com uma capacidade de 4.000 megawatts, cada uma das quais necessita de 12 milhões de toneladas de carvão por ano.

A maior parte das exportações de carvão sul-africanas e moçambicanas transita actualmente pelos portos de Richards Bay, o maior terminal do género do mundo, e de Maputo, capital de Moçambique.

Este porto moçambicano expediu no ano passado 1,6 milhões de toneladas de carvão e magnetite, um género de minério de ferro. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH