Japão oferece um navio-draga a Moçambique

15 May 2007

Maputo, Moçambique, 15 Mai – A draga que irá operar no canal de acesso ao porto da Beira é hoje oficialmente entregue a Moçambique numa cerimónia a ter lugar no Japão, de acordo com o jornal Notícias, de Maputo.

A embarcação, financiada pelo governo do Japão sob a forma de donativo, deverá chegar ao porto da Beira em Junho próximo, aliviando a Empresa Moçambicana de Dragagens (Emodraga) que, actualmente, opera apenas com uma draga depois de a Rovuma se ter afundado.

A nova draga, baptizada Alcântara Santos, está avaliada em 20,4 milhões de dólares, tem uma capacidade de porão de mil metros cúbicos e possui um calado de 400 metros, profundidade de dragagem de 20 metros e arqueação bruta de 1705 toneladas.

Em comunicado, a Emodraga adianta que a empresa sul-africana Sub-Tech ganhou o concurso público para a remoção da draga Rovuma.

A Rovuma deveria ser abatida no próximo mês de Junho, por ser considerada velha demais, já que opera há sensivelmente 45 anos, contra os 15 a 20 estabelecidos para o funcionamento normal de embarcações do género. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH