Clube de Paris anula parte substancial da dívida de São Tomé e Príncipe

25 May 2007

Paris, França, 25 Mai – O Clube de Paris, instituição que reúne 19 países credores, decidiu quinta-feira anular parte substancial da dívida de São Tomé e Príncipe, avaliada em 24,5 milhões de dólares.

Em comunicado distribuído na capital francesa, o Clube de Paris refere que os credores decidiram perdoar àquele país africano 23,9 milhões de dólares, ficando ainda a dever 600 mil dólares.

O organismo adianta que os credores se comprometeram igualmente a conceder, a nível bilateral, alívios adicionais para que a dívida seja totalmente perdoada.

Os membros do Clube de Paris aplaudiram a determinação deste país em “aplicar uma estratégia global de redução da pobreza” e de pôr em marcha um programa económico que favoreça o crescimento.

Presente na reunião do Clube de Paris, a vice-primeira ministra e ministra do Plano e Finanças de São Tomé e Príncipe, Maria Tebus Torres, comprometeu-se a utilizar o montante da dívida anulada na redução da pobreza.

De acordo com o comunicado da reunião, a dívida pública externa de São Tomé e Príncipe está avaliada em 294 milhões de dólares.

Alemanha, Bélgica, Espanha, França e Rússia foram os membros do Clube de Paris que participaram na reunião da anulação da dívida, tendo ainda assistido ao encontro como observadores Canadá, Estados Unidos, Itália e Japão. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH