Empresa norueguesa pretende ajudar São Tomé e Príncipe a realizar leilão de blocos de petróleo

4 June 2007

São Tomé, São Tomé e Príncipe 04 Jun – A Petroleum Geo- Service (PGS) da Noruega disponibilizou-se para prestar assistência técnica a São Tomé e Príncipe no leilão de blocos de petróleo da zona exclusiva do arquipélago previsto para 2008, anunciou sexta-feira em São Tomé o vice-presidente da empresa.

Dan Whealing disse aos jornalistas que a sua empresa concluiu e apresentou ao governo de São Tomé e Príncipe o processo relativo aos estudos sísmicos da zona económica exclusiva do arquipélago.

“A PGS já concluiu os trabalhos relativos aos dados sísmicos e está disponível para prestar assistência a São Tomé e Príncipe no processo de leilão de blocos”, sublinhou Dan Whealing à saída do encontro com o primeiro-ministro são-tomense, Tomé Vera Cruz.

Realizados na base de um acordo estabelecido em 2001 com São Tomé e Príncipe, os estudos sísmicos identificaram estruturas geológicas passíveis de conter hibrocarbonetos, numa área de 10870 quilómetros quadrados em águas profundas nos mares do arquipélago.

Os dados sísmicos da PGS foram reavaliados há pouco mais de um mês pela empresa britânica Bristish Geological Survey, contratada pela Agência Nacional de Petróleo de São Tomé e Príncipe, com assessoria do Banco Mundial.

Além da zona exclusiva, São Tomé e Príncipe dispõe ainda de uma área marítima de exploração conjunta com a Nigéria surgida na base de um tratado que estabelece 60 por cento de receitas petrolíferas para os nigerianos e restante 40 para o arquipélago são-tomense. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH