Comércio Brasil-China cresce quase 50 por cento em Maio e bate recorde mensal

5 June 2007

São Paulo, Brasil, 05 Jun – O comércio entre a China e o Brasil cresceu 48,8 por cento em Maio, em relação ao mesmo mês do ano passado, e atingiu o valor recorde de 1889 milhões de dólares, de acordo com dados do Ministério do Comércio Exterior do Brasil.

No quinto mês de 2007, as exportações chinesas para o Brasil aumentaram 55,6por cento, para o maior valor da história (969 milhões de dólares), o que manteve a China como segundo fornecedor ao Brasil, atrás apenas dos EUA (1599 milhões).

Embora em menor proporção, as compras de produtos brasileiros pela China também aumentaram (42,3 por cento) em relação a Maio de 2006, para 920 milhões de dólares, quase empatando com as vendas chinesas, o que resultou num pequeno excedente comercial para os chineses (49 milhões de dólares).

A China manteve a terceira posição na lista dos países que mais compram do Brasil, atrás de EUA (2143 milhões de dólares) e Argentina (1195 milhões de dólares), em um mês em que encabeçou as compras de minério de ferro e soja em grão.

No acumulado de Janeiro a Maio, o comércio sino-brasileiro atingiu 8096 milhões de dólares, ultrapassando em 43 por cento o acumulado nos cinco primeiros meses de 2006.

Com isso, a China responde por 7,8 por cento do total das relações comercias do Brasil com o exterior, que somaram 103 mil milhões de dólares desde o início deste ano. Até maio, o Brasil exportou 60 mil milhões de dólares e importou 43 mil milhões. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH