China paga centro de formação agrária em Moçambique

6 June 2007

Maputo, Moçambique, 06 Jun – Um centro de disseminação de tecnologias agrícolas a ser pago pela cooperação chinesa vai ser edificado na região do Umbeluzi, província de Maputo, afirmou terça-feira em Maputo o ministro da Ciência e Tecnologia, Venâncio Massingue.

O ministro, que falava após a assinatura do memorando que viabilizará a iniciativa com o Encarregado de Negócios da China em Moçambique, Yang Yi, disse que o centro deverá ajudar os camponeses locais não só na produção de culturas alimentares e de rendimento, mas também na dessiminação do conhecimento e de tecnologias agrárias que permitam maiores rendimentos na produção.

“Temos que produzir cereais, fertilizantes e sementes, vegetais e legumes e não devemos ficar a espera só da chuva para produzirmos comida”, referiu.

De acordo com o memorando, a parte moçambicana vai desenvolver programas de formação, bem como a organização e gestão dos formandos tendo em vista assegurar uma maior divulgação das tecnologias a serem ministradas pelos chineses. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH