Governos de Portugal e Índia admitem “colaboração tripartida” com Angola

12 June 2007

Lisboa, Portugal, 12 Jun – Portugal e a Índia admitiram segunda-feira a possibilidade de investir numa «colaboração tripartida» com Angola, na área do petróleo e dos diamantes e anunciaram a intenção de colaborarem ao nível das infra-estruturas, energias e agro-alimentares.

As afirmações foram efectuadas pelo secretário de Estado e dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, João Gomes Cravinho, no âmbito de uma visita oficial a Portugal do vice-ministro dos Assuntos Externos da Índia, Anand Sharma.

Em conferência de imprensa, João Gomes Cravinho aludiu à recente visita do vice-ministro da Índia a Angola onde esteve na empresa Sonangol, um dos accionistas da Galp, adiantando que uma das possibilidades de colaboração tripartida com Angola passa pela área do petróleo.

«A Índia manifestou ainda muito interesse em trabalhar na área das minas de diamantes, já que detém 80 por cento do mercado do consumo e existem empresas portuguesas envolvidas em Angola», disse João Gomes Cravinho, sublinhando que a colaboração tripartida com Angola será uma área de futuro.

Quanto às relações bilaterais com Portugal, Anand Sharma frisou as «boas possibilidades de desenvolvimento de áreas de cooperação» e a «partilha de opiniões e consensos», sobretudo ao nível das infra-estruturas, da informação e da tecnologia, e em matéria de energia e ambiente, nas quais considerou existirem «novas oportunidades». (macauhub)

MACAUHUB FRENCH