Banco Mundial apoia empresa moçambicana produtora de chocolate

13 June 2007

Maputo, Moçambique, 13 Jun – A Corporação Financeira Internacional, o organismo do Banco Mundial para financiamento do sector privado, anunciou ir apoiar com 360 mil dólares a empresa moçambicana produtora de chocolates Deja Vu Chocolate e Cafés.

Nos termos do acordo terça-feira assinado pelo gerente da Deja Vu, Milton Vellios, e pelo director da Corporação para Angola e Moçambique, Tunde Onitiri, 280 mil dólares são uma injecção de capital de risco e os restantes 80 mil servirão para pagar os serviços de consultores nas áreas técnica, de sistemas e procedimentos de contabilidade, estudos de mercado e apoio à produção.

De acordo com Vellios, este acordo com a IFC (na sigla em inglês) deverá permitir que a empresa mais do que triplique a sua produção, das actuais 13 toneladas para 44 toneladas por ano.

“Actualmente produzimos chocolate para venda nos mercados de Maputo, Beira e Nampula”, disse Vellios, para acrescentar que este financiamento vai permitir que a empresa chegue a todo o país e, mais tarde, eventualmente ao mercado exportador.

Este financiamento para a Deja Vu, uma empresa familiar criada em 2002, faz parte de um programa para apoiar as pequenas e médias empresas de Moçambique, também apoiado pelos governos da Suiça e da Finlândia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH