Empresas angolanas ganham concurso público em São Tomé e Príncipe

14 June 2007

São Tomé, São Tomé e Príncipe, 14 Jun – Duas empresas angolanas de construção civil, Gibela e Minel, ganharam o concurso público para recuperar infra-estruturas públicas em Porto Alegre, zona sul da capital de São Tomé e Príncipe, anunciou quarta-feira em São Tomé uma fonte oficial.

O director das Obras Públicas e Urbanismo de São Tomé e Príncipe, José Carvalho, disse que além de obras de recuperação, estimadas em 1,5 milhões de dólares, a iniciarem-se em Julho próximo, o contrato estabelece ainda realização de algumas construções de raiz.

De acordo com o projecto, José Carvalho realçou obras de reabilitação do edifício que alberga os serviços administrativos da zona, balneários e lavandaria públicos bem como uma dezena de residências localizada no centro da cidade de Porta-Alegre, que dista a 90 quilómetros da capital são-tomense.

No capítulo de construções, destacou a edificação de duas dezenas de casas sociais destinadas aos agricultores da localidade, incluindo a montagem de centros térmicos para produção de luz eléctrica.

As obras vão durar pouco mais de seis meses e enquadram-se no plano de redução da pobreza e de relançamento do turismo no arquipélago são-tomense, sobretudo, na zona sul, que dispõe de potencialidade neste sector.

Há pouco menos de dois meses, o governo de Angola manifestou a disponibilidade em criar linhas de crédito para incentivar investimento privado angolano em São Tomé e Príncipe, nos sectores do comércio, turismo, pesca e agricultura. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH