Produtos das areias pesadas de Moma, Moçambique, começam a ser exportados em Julho

20 June 2007

Maputo, Moçambique, 20 Jun – A primeira exportação de produtos derivados da exploração das areias pesadas de Moma, província de Nampula, vai ter lugar na primeira quinzena de Julho próximo, afirmou recentemente Keith Prentice, director-geral-adjunto da Kenmare Moma Mining.

De acordo com o diário Notíticas, de Maputo, Prentice adiantou estar previsto para finais de Julho próximo o arranque completo de todo o projecto, em que a subsidiária moçambicana da irlandesa Kenmare Resources investiu cerca de 460 milhões de dólares.

“No início de Julho esperamos receber o primeiro navio, que já está a caminho para fazer o transporte de quantidades significativas de zircão, rutílio e ilminite que são os derivados de areias pesadas a serem exportados para os Estados Unidos da América e alguns países da Europa e Ásia”, disse.

O processo de extracção, que se prolongará durante os próximos 50 anos avaliando pelas reservas existentes, teve início em Abril último, aguardando-se a entrada em funcionamento pleno da unidade de processamento a partir de Julho.

O facto deverá coincidir com a conclusão dos trabalhos visando activar o funcionamento do cais para o escoamento daqueles minérios para os navios através de batelões.

A capacidade instalada no projecto de areias pesadas, localizadas precisamente na região de Topuito, posto administrativo de Larde, em Moma, é de 800 mil toneladas de iluminite, 600 mil de zircão e 20 mil de rutílio. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH