Missão do Koweit em Nacala para analisar negócios potenciais

25 June 2007

Nacala, Moçambique, 25 Jun – Uma delegação do Koweit deslocou-se a Nacala, província moçambicana de Nampula, para explorar as possibilidades de instalação naquela região de uma refinaria de petróleo, afirmou ao jornal Notícias, de Maputo, o director do porto de Nacala.

Agostinho Landa disse ao jornal que a visita da delegação do Koweit resulta do processo de promoção das potencialidades do porto, no âmbito da implementação do Corredor do Desenvolvimento do Norte que, para além de ser uma das saídas de alguns países do interior da África Austral oferece actualmente uma qualidade de serviços aceitável.

O director do porto adiantou que interesses empresariais de países africanos, casos do Malawi e África do Sul, já manifestaram interesse em construir em Nacala outro tipo de infra-estruturas.

O Notícias informa que um terminal de açúcar, com a capacidade de mais de 200 mil toneladas, poderá ser construído naquele porto, empreendimento que tem como accionistas empresas malawianas do ramo do açúcar.

Os sul-africanos, que pretendem investir na área de óleos, poderão instalar um terminal com uma capacidade de armazenar dez mil toneladas, volume que poderá subir para 16 mil toneladas nas fases subsequentes. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH