Pequim lança fundo de investimento de mil milhões de dólares para África

27 June 2007

Pequim, China, 27 Jun – Pequim criou terça-feira um fundo de mil milhões de dólares para financiar o comércio e o investimento de empresas chinesas em África e para se consolidar como parceiro comercial privilegiado do continente.

Os planos para a criação do Fundo de Desenvolvimento China-África foram anunciados em Maio durante a reunião anual do Banco Africano para o Desenvolvimento (BAD) realizado em Xangai, centro financeiro da China.

Durante os dois dias do encontro, a China disponibilizou-se para reforçar a ajuda e os empréstimos aos países africanos.

O Banco de Desenvolvimento da China, controlado pelo governo chinês, vai financiar este Fundo de Desenvolvimento China-África e admite mesmo alargar o montante até cinco mil milhões de dólares.

A China apresentou o fundo numa cerimónia no Grande Palácio do Povo, sede do parlamento chinês, localizada na praça Tiananmen, no centro de Pequim.

Vozes críticas na comunidade internacional acusam a China de tomar África apenas como uma fonte de recursos minerais e matérias-primas para alimentar o crescimento económico chinês e denunciam o apoio de Pequim a regimes políticos que não respeitam os direitos humanos.

Os principais investimentos da China no continente africano continuam a ser no sector petrolífero, em países como Angola, Argélia, Chade, Guiné Equatorial, Gabão, Nigéria, Zâmbia e Sudão, este último o maior destinatário africano do investimento directo chinês.

Em 2006, Angola ultrapassou a África do Sul como o maior parceiro comercial da China no continente, com trocas comerciais bilaterais avaliadas em 11,8 mil milhões de dólares.

A seguir à Arábia Saudita, Angola foi o segundo maior fornecedor de petróleo à China em 2006, exportando 23,45 milhões de toneladas de petróleo, de acordo com dados do Ministério do Comércio chinês.

Dados do BAD indicam que o comércio de África com a China disparou nos últimos anos, passando de 10 mil milhões de dólares em 2000 para 40 mil milhões de dólares em 2006. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH