Comércio China-Brasil cresce 41 por cento e ultrapassa 10 mil milhões de dólares no 1º semestre

4 July 2007

São Paulo, Brasil, 04 Jul – As trocas comerciais entre a China e o Brasil cresceram 41,5 por cento no primeiro semestre deste ano em relação a igual período de 2006 e somaram 10,1 mil milhões de dólares, de acordo com dados do Ministério do Comércio Exterior do Brasil.

A China enviou para o mercado brasileiro mercadorias no valor de 5,2 mil milhões de dólares entre Janeiro a Junho de 2007, 50 por cento a mais do que no mesmo período do ano passado, enquanto o Brasil vendeu ao mercado chinês 4,9 mil milhões de dólares (aumento de 34 por cento).

Com este resultado, a China consolidou-se como o terceiro parceiro comercial do Brasil, ainda bastante atrás dos Estados Unidos da América (20,7 mil milhões de dólares), mas já bem perto da Argentina (10,9 mil milhões de dólares).

O valor dos trocas entre o Brasil e a China nos seis primeiros meses do ano correspondeu a 42 por cento das trocas comerciais que o Brasil realizou com a Ásia (24,3 mil milhões de dólares) no período, contra 36 por cento do primeiro semestre de 2006, quando brasileiros e asiáticos movimentaram 19,8 mil milhões de dólares com trocas de mercadorias.

Ainda de acordo com os dados do ministério brasileiro, a China foi o principal destino das vendas brasileiras de minério de ferro, soja em grão e óleo de soja no primeiro semestre e esteve entre os principais compradores do petróleo e do sumo de laranja brasileiros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH