Governo de Moçambique anuncia retirada de participação nas pequenas e médias empresas

10 July 2007

Maputo, Moçambique, 10 Jul – O Instituto de Gestão de Participações do Estado de Moçambique (Igepe) anunciou segunda-feira em Maputo a sua retirada das pequenas e médias empresas, mantendo-se em sociedades com “importância estratégica”, como a banca, seguros e telecomunicações.

A opção do Igepe, entidade através da qual o governo moçambicano detém uma participação activa na estrutura accionista de diversas empresas, foi comunicada pelo seu presidente, Daniel Tembe, na passagem do quinto aniversário da formação daquele organismo.

De acordo com Tembe, “a diminuição do peso do Estado no sector empresarial em Moçambique insere-se num vasto programa de reestruturação do sector empresarial em curso no país”.

No quadro dessa reforma, reduziu consideravelmente o número de firmas em que o Estado moçambicano detém capitais, sendo agora 152 empresas, contra 279 em 2001.

As vendas a gestores, técnicos e trabalhadores e ao sector privado continuarão a ser as duas principais formas de desinvestimento por parte do Estado, assegurou o presidente do Igepe. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH