Governo de Moçambique quer pagar dívida externa com bens imóveis

20 July 2007

Maputo, Moçambique, 20 Jul – O governo de Moçambique pretende pagar parte da sua dívida externa a Angola e países do leste europeu com bens imóveis, libertando o dinheiro do serviço da dívida para investimentos, anunciou quinta-feira em Maputo o ministro das Finanças.

O ministro Manuel Chang afirmou que Angola terá concordado em princípio com a proposta, devendo agora técnicos dos dois países começar agora a discutir os termos do contrato.

Moçambique, um dos países dos mais pobres do mundo, deve 50 milhões de dólares a Angola pelo fornecimento de combustíveis.

O governante moçambicano acrescentou que propostas idênticas foram apresentadas à Roménia, Hungria e Bulgária, que em conjunto são credores de 300 milhões de dólares, parte substancial da qual data do tempo da Guerra Fria.

“A nossa ideia é transformar a dívida em bens imóveis”, precisou o governante moçambicano, que se escusou a especificar o tipo de propriedades em que está a pensar.

Em 2006, Moçambique logrou diminuir a sua dívida externa em quase 60 por cento, fixando-a em 3,3 mil milhões de dólares.

O serviço da dívida este ano é de 57 milhões de dólares, dinheiro que as autoridades moçambicanas pretendem deslocar para o sector de infra-estruturas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH