Lucro da Energias do Brasil mais que quadruplicou no segundo trimestre

25 July 2007

São Paulo, Brasil, 25 Jul – A Energias do Brasil registou um lucro de 112,9 milhões de reais, no segundo trimestre, um aumento de 333 por cento face ao período homólogo de 2006, divulgou terça-feira em São Paulo a subsidiária da EDP – Energias de Portugal.

O desempenho é resultado da duplicação da capacidade instalada de produção, do aumento nos volumes de energia distribuída e dos reajustes das tarifas concedidos em 2006 e 2007, referiu a empresa num comunicado.

As receitas ascenderam a 1,16 mil milhões de reais, um aumento de 27,3 por cento no período em análise.

Nos primeiros seis meses deste ano, o lucro da Energias do Brasil ascendeu a 240,8 milhões de reais, um aumento de 92,1 por cento, em comparação com igual período de 2006.

Os investimentos da Energias do Brasil ascenderam a 127,6 milhões de reais no segundo trimestre de 2007, uma diminuição de 39,8 por cento face ao período homólogo do ano passado.

A diminuição dos investimentos é resultado da conclusão das obras da barragem de Peixe Angical, localizada no Estado do Tocantins, na região Norte do Brasil, salientou o comunicado.

A Energias do Brasil controla actualmente empresas de distribuição (Bandeirante, Enersul e Escelsa), de comercialização (Enertrade) e de produção de energia (Energest, Enerpeixe e EDP Lajeado). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH