Festival internacional de vinhos na China acolhe participação portuguesa

26 July 2007

Pequim, China, 26 Jul – A primeira feira internacional de vinhos da cidade de Yantai, na província oriental chinesa de Shandong, vai contar com sete empresas e instituições portuguesas do sector, afirmou hoje em Pequim o responsável de uma das empresas participantes.

A feira, que decorre entre 23 e 26 de Setembro, vai contar com a participação do Instituto da Vinha e do Vinho e das marcas de vinho Quinta da Bacalhoa, Real Companhia Velha, Carmim e Caves Aliança, para além da Vincocor, produtora de derivados de cortiça, de acordo com Abílio Teixeira, representante da Vinocor para o mercado chinês.

De acordo com Abílio Teixeira, foi a relação com o parceiro chinês Changyu, o maior distribuidor chinês de vinhos e bebidas alcoólicas, que permitiu à Vinocor, que detém uma unidade industrial de produção de rolhas em Yantai, organizar a participação portuguesa.

O consumo e a produção de vinho na China cresceram a um média de 10 por cento ao ano na última década, com as marcas chinesas, muito mais baratas do que as estrangeiras, a dominar 80 por cento do mercado da China.

A maioria das importações vinícolas chinesas tem origem no Chile, Austrália, França e Itália, mas o volume de vinho engarrafado (embalagens abaixo dos dois litros) foi de 14 por cento, valor que demonstra que o maior crescimento tem sido na importação de vinho a granel.

As importações chinesas de vinho nos primeiros setes meses de 2006 atingiram 60,6 mil toneladas, mais 88,8 por cento do que em igual período de 2005. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH