China oferece 100 bolsas de estudo para formação de quadros da Guiné-Bissau

2 August 2007

Bissau, Guiné-Bissau, 02 Ago – A China colocou à disposição do governo da Guiné-Bissau 100 bolsas de estudo para formação de quadros guineenses nas escolas e instituições chinesas, disse quarta-feira em Bissau fonte da Presidência.

De acordo com a fonte citada pela agência noticiosa portuguesa Lusa, a disponibilidade do governo de Pequim foi transmitida ao chefe de estado guineense, João Bernardo “Nino” Vieira, durante uma audiência que este concedeu ao embaixador da China, em Bissau, Yan Bangua.

As bolsas disponibilizadas para o ano em curso são nos domínios da Economia Política, Agricultura, Saúde, Educação, entre outras áreas, que poderão concorrer para o reforço da capacidade das instituições públicas guineenses.

Na prática, a China colocou à disposição das autoridades guineenses uma quantidade igual a metade das bolsas de estudo que a Guiné-Bissau mobiliza anualmente junto de países como Portugal, Marrocos, Tunísia, Argélia, Cuba e Rússia.

Ainda de acordo com a fonte da Presidência guineense, o embaixador Bangua transmitiu ao Presidente “Nino” Vieira a disponibilidade de Pequim para oferecer, nos próximos anos, mais bolsas de estudos para a formação de quadros da Guiné-Bissau.

A China está a ajudar as autoridades da Guiné-Bissau não só no domínio de formação de quadros, como nos domínios da agricultura, saúde e construção de infra-estruturas públicas.

Além do Palácio do Governo, edifício que será construído ainda no decurso deste ano, a China está a avaliar as possibilidades de recuperação do Palácio da República, danificado pelos bombardeamentos da guerra civil de 1998/99, e já construiu o palácio da Assembleia Nacional Popular, o parlamento local.

Neste momento, técnicos chineses estão a recuperar as principais unidades militares em Bissau, bem como as residências para os oficiais das Forças Armadas guineenses.

O governo de Pequim anunciou ainda a disponibilidade para construir a primeira barragem da Guiné-Bissau, na localidade de Saltinho, no leste do país, um projecto orçado em mais de 60 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH