Parlamento angolano aprovou revisão do Orçamento de Estado para 2007

10 August 2007

Luanda, Angola, 10 Ago – A Assembleia Nacional de Angola aprovou quinta-feira, em Luanda, o Orçamento Geral do Estado (OGE) revisto para o ano em curso, por 88 votos a favor e 34 abstenções.

No nova versão do orçamento, o défice orçamental é revisto em alta para 9 por cento devido a uma redução da receita em 5 por cento e um aumento da despesa em 27 por cento, afirmou quarta-feira em Luanda o ministro das Finanças, José Pedro de Morais.

A Proposta de Lei de Revisão do OGE/2007 quinta-feira aprovada estima um crescimento do PIB de 19,8 por cento, inferior ao previsto (31,2 por cento), fruto de uma evolução mais branda do sector petrolífero (13,6 ao invés de 33,6 por cento), mantendo-se o crescimento do sector não-petrolífero ao nível esperado de 27,9 por cento.

Com 28 por cento do total da despesa, no OGE inicial, o sector social é o mais beneficiado com 31 por cento dos gastos, enquanto o sector económico (estradas, linhas de transmissão de energia eléctrica, estações de produção e distribuição de água, bem como pescas e transportes) passou de 14 para 24 porcento do total da despesa.

Os encargos financeiros, nomeadamente os juros pagos pelos empréstimos contraídos, passam de 22 para 13 por cento, no OGE revisto, revelando uma deslocação de recursos do sector económico para o social. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH