Feira Internacional de Maputo abre hoje com 15 países e 223 empresas

27 August 2007

Maputo, Moçambique, 27 Ago – A 43ªa Feira Internacional de Maputo (Facim), a mais importante de Moçambique, abre hoje as suas portas até 2 de Setembro com a presença de 15 países e 223 empresas, 105 das quais moçambicanas.

O jornal Notícias, de Maputo, afirma numa local a propósito desta feira que a mesma “constitui a última oportunidade de mostrar que Moçambique tem muito a dar no contexto da integração económica regional, antes da entrada em vigor da zona de comércio livre, em Agosto de 2008”.

Uma das áreas em que Moçambique tem muito a dizer no contexto da integração regional é a da agricultura, tendo em conta que o país dispõe de uma vastidão de culturas que lhes são peculiares – que deverão estar expostas na Facim – cuja aceitação em mercados como a África do Sul é uma realidade.

Aliás, numa feira realizada este ano na África do Sul o jornal afirma ter ficado provado que os produtos agrícolas de Moçambique têm aceitação, sendo que os moçambicanos que participaram no evento receberam encomendas na ordem de 500 mil randes, mas que, devido à falta de produção em escala, não estão a conseguir satisfazer as encomendas.

Com uma área total de 1750 metros quadrados, o pavilhão de Portugal será o maior do certame, seguindo-se a Alemanha, com 380 metros quadrados, e o Brasil, com um espaço de 225 metros quadrados.

Além desssas representações, estão também confirmadas no evento as presenças de Taiwan, Macau, Vietnam, Suazilândia, Maláui, Espanha, Quénia e Canadá, entre outros países e territórios.

A feira será ainda marcada pelos regressos após 10 anos de ausência de Angola, com um espaço de 18 metros quadrados, e da Tanzânia, com 36 metros quadrados, após longos anos de ausência.

Os países que integram a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (Angola, Botswana, Lesoto, Moçambique, Maláui, Suazilândia, Tanzânia, Zâmbia, Zimbabué, África do Sul, Madagascar, ilhas Maurício, Namíbia e República Democrática do Congo) marcam também presença, quando a organização prepara a entrada em vigor da Zona de Comércio Livre da SADC (na sigla em inglês), em 2008.

Durante a feira deverão realizar-se conferências, workshops e outras iniciativas destinadas a familiarizar empresários estrangeiros e moçambicanos com a legislação moçambicana relativa à criação de empresas e investimentos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH