Petroguin prepara adjudicação directa de blocos de petróleo para exploração na Guiné-Bissau

30 August 2007

Lisboa, Portugal, 30 Ago – A petrolífera estatal da Guiné-Bissau, Petroguin, está a preparar a adjudicação, por ajuste directo, de blocos de petróleo para exploração, disse quarta-feira à agência noticiosa portuguesa Lusa o ministro dos petróleos guineense.

Em declarações em Lisboa, onde se encontra para participar hoje numa reunião sobre a exploração de petróleo na Guiné-Bissau, Soares Sambú adiantou que “estão a ser negociadas” várias propostas de adjudicação submetidas por petrolíferas estrangeiras à Petroguin, que está mandatada para concluir as negociações.

“Temos vindo a ser abordados por diversas empresas estrangeiras [interessadas na exploração], num assédio quase diário”, disse o ministro guineense.

Alegando não dispor de informação sobre os trabalhos de exploração em curso, Sambú escusou-se a comentar informações que dão conta de resultados significativos no segundo furo (Eirozes-1) feito pelo consórcio liderado pela Premier Oil na sub-bacia Casamança-Bissau.

Soares Sambú sublinha que os dados disponíveis dos diferentes trabalhos de exploração “indicam a existência de petróleo”, mas que “o problema é passar à fase de produção”, dado que “até agora” ainda não foram encontradas reservas em quantidade e com a qualidade necessária.

Pesquisas feitas no passado indicaram a presença de grande quantidade de enxofre no crude e a sua remoção implica um acréscimo de custos no processo de produção, podendo mesmo torná-la inviável.

O primeiro furo feito pelo consórcio, Espinafre-1, foi selado e abandonado a 23 de Março, “depois de terem sido encontrados problemas de estabilidade do furo”, de acordo com o último relatório da Premier Oil.

O segundo furo, Eirozes-1, cujos resultados serão conhecidos na reunião de quinta-feira, foi iniciado a 31 de Março.

A Premier Oil é operadora dos Blocos 4A e 5A (Esperança) e 2 (Sinapa), ambos na sub-bacia Casamança-Bissau, em parceria com a Occidental Petroleum e a Sterling Energy. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH