Empresa portuguesa vai começar a vender automóveis chineses em Angola

4 September 2007

Luanda, Angola, 04 Set – A empresa portuguesa Hipogest vai iniciar na próxima semana a venda de automóveis chineses da marca BYD em Angola, noticiou hoje em Luanda o Jornal de Angola.

Citando o jornal português Diário Económico, o diário angolano adianta que inicialmente serão comercializados dois modelos “a preços mais baixos do que os da concorrência”.

Nos planos da empresa está igualmente a estudar a comercialização em Angola de veículos eléctricos ou híbridos, também fabricados pela BYD Auto, bem como de veículos comerciais.

De acordo com Hipólito Pires, presidente da Hipogest, o contrato de representação deveria ter sido assinado na quinta-feira, também em Xangai, mas a necessidade de introduzir alterações levou ao adiamento da celebração do acordo.

Criada em 1995, a BYD chegou à liderança do mercado mundial de baterias em 2003 e no mesmo ano adquiriu a falida Tsinchuan Automobile Company, dando os primeiros passos na indústria automóvel.

Com uma forte componente de investigação e desenvolvimento, a empresa gere o BYD Auto Institute, que congrega mais de três mil investigadores, responsáveis pela criação de oito novos modelos. O construtor chinês produz actualmente carros tradicionais, mas também veículos eléctricos e híbridos.

Tendo começado a trabalhar com uma equipa de 30 pessoas, a BYD emprega actualmente mais de 40 mil em todo o mundo – tem fábricas na China, Japão e Espanha – e está cotada na bolsa de Hong Kong. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH