Maputo vai receber representação de instituição brasileira de saúde pública

10 September 2007

Brasília, Brasil, 10 Set – A capital de Moçambique foi escolhida para receber a primeira representação no exterior da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), como parte de um pacote de cooperação na área de saúde anunciado quinta-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Durante um encontro com o presidente de Moçambique, Armando Guebuza, Lula anunciou ainda planos para construir em Maputo uma fábrica de medicamentos destinados a doentes com HIV/Sida.

O presidente brasileiro salientou a presença nutrida de empresários na delegação visitante e mencionou a participação brasileira na economia moçambicana, em especial a presença da Vale do Rio Doce na exploração de jazidas de carvão, iniciada este ano.

“Esperamos que isso estimule um novo ciclo de investimentos em infra-estrutura e desenvolvimento”, disse Lula.

Guebuza, que sucedeu a Joaquim Chissano em 2005, respondeu enfatizando a importância das iniciativas anunciadas na área de saúde e a “grande expectativa” pela fábrica de medicamentos.

O presidente moçambicano mostrou interesse pela cooperação no sector energético, dizendo que “a opção estratégica pelo desenvolvimento dos biocombustíveis contempla também seu efeito multiplicador para a redução da pobreza”.

A Fundação Oswaldo Cruz é uma instituição localizada no estado do Rio de Janeiro ligada ao governo federal brasileiro que tem como objetivo promover pesquisas na área da saúde pública.

Além do desenvolvimento de novas tecnologias para o fabrico em grande escala das vacinas contra a febre amarela e a varíola, devem ser citadas outras importantes contribuições relativas à descoberta da vacina contra o carbúnculo do gado e o isolamento do vírus da SIDA em circulação no Brasil, entre muitas outras. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH