Distrito moçambicano do Búzi pretende vir a produzir biodiesel

12 September 2007

Maputo, Moçambique, 12 Set – O distrito do Búzi, na província moçambicana de Sofala, pretende produzir biodiesel a partir do coco e da jatrofa, afirmou ao jornal Notícias, de Maputo, o seu administrador, Sérgio Moiane.

O administrador assegurou igualmente que a fábrica de açúcar da Companhia do Búzi (CB) será transferida para uma outra área pois as actuais instalações estão seriamente ameaçadas devido a erosão.

Sérgio Moiane afirmou ao Notícias que decorrem neste momento iniciativas visando identificar as rotas de comercialização de coco em toda a província que garantirá a produção do referido combustível, para além de terem sido plantados 400 hectares de jatrofa para o mesmo efeito.

“A Companhia do Búzi está a preparar-se para produzir a prazo o biodiesel a partir de coco e, por isso, está a definir tudo incluíndo a comercialização da matéria-prima para além de já ter plantados 400 hectares de jatrofa”, disse.

De acordo com Moiane, aquela indústria para além de comprar cocos dos produtores também prepara a produção local com a introdução de viveiros.

Para além disso, segundo a fonte, a mesma empresa espera ainda aumentar as áreas de cana sacarina numa altura em que também já está garantida a colocação no mercado de uma bebida designada por Búzi-Rum.

O administrador do Búzi afirmou igualmente que a fábrica será definitivamente transferida para um outro local com 50 hectares devido ao facto de as actuais instalações se encontrarem seriamente ameaçadas devido a erosão. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH