Guiné Equatorialvai apoiar sector petrolífero e Orçamento de Estado da Guiné-Bissau

13 September 2007

Lisboa, Portugal, 13 Set – A Guiné-Bissau vai receber apoio da Guiné Equatorial para desenvolvimento do sector petrolífero e reforço do Orçamento de Estado, afirmou quarta-feira em Lisboa o ministro guineense das Finanças, Issufo Sanhá.

Os acordos bilaterais foram assinados na semana passada durante a visita do primeiro-ministro da Guiné-Bissau à Guiné Equatorial, precisou o ministro guineense, que se encontra em Lisboa para um encontro com os secretários de Estado da Cooperação e do Orçamento.

A “dimensão” do apoio financeiro será definida futuramente, afirmou, e este apenas deverá ser contemplado no Orçamento de Estado do próximo ano.

Rica em petróleo e outros minerais, a Guiné Equatorial tem um PIB de perto de 7,6 mil milhões de dólares e um dos PIB per capita mais elevados do mundo (50.200 dólares), dado que a população é de apenas meio milhão de pessoas.

O primeiro-ministro Martinho N`Dafa Cabi visitou a Guiné-Equatorial a convite das autoridades de Malabo, que pretendem aderir à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Na ocasião, foi ainda assinado um acordo de cooperação na área de minas e petróleo, que prevê o apoio da Guiné Equatorial na formação técnica do Ministério dos Recursos Naturais de Bissau. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH