Investidores chineses apresentam projectos em Timor-Leste

20 September 2007

Pequim, China, 20 Set – Um grupo de potenciais investidores chineses iniciou quarta-feira uma visita a Timor-Leste para apresentar ao governo timorense projectos cujo valor, de acordo com a embaixada timorense em Pequim, ultrapassam 100 milhões de dólares.

Na visita de três dias, os empresários chineses vão encontrar-se com as autoridades timorenses e com responsáveis da sociedade civil e do sector privado, refere a embaixada timorense, numa nota de imprensa enviada à agência noticiosa portuguesa Lusa em Pequim.

De acordo com Vicky Tchong, conselheira da embaixada de Timor-Leste na China, os projectos de investimento, além de serem ecologicamente sustentáveis, darão empregos a milhares de timorenses.

O pacote de investimentos que a delegação chinesa vai dar a conhecer aos responsáveis timorenses inclui a criação de um banco comercial, um centro comercial e uma zona de desenvolvimento portuária, além da construção de uma rede viária e do desenvolvimento de pistas de aviação.

“A visita dos investidores chineses é o resultado de dois anos de esforços na promoção de Timor-Leste na China”, disse o embaixador timorense em Pequim, Olímpio Miranda Branco.

O estabelecimento de uma nova zona comercial fronteiriça, de explorações agrícolas, bem como a construção de reservatórios de água e a criação de um grupo nacional timorense de arte e cultura de demonstração são outras propostas de investimento chinesas, segundo a nota de imprensa da embaixada.

Em 2005, o comércio entre a China e Timor-Leste foi de 1,27 milhões de dólares, correspondentes na totalidade à venda de produtos chineses para o mercado timorense, mas entre Janeiro e Julho de 2006, de acordo com estatísticas da embaixada de Timor em Pequim, este volume deu um salto superior a dez vezes, com as trocas comerciais a atingirem 13,37 milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH