Angola sustenta crescimento da construtora brasileira Camargo Corrêa na África Austral

21 September 2007

São Paulo, Brasil, 21 Set – O mercado da construção em Angola está a sustentar o crescimento da construtora brasileira Camargo Corrêa na África Austral, afirmou à imprensa brasileira o director da construtora brasileira para África.

Amauri Pinha adiantou que a África Austral deverá representar dentro de três anos 40 por cento da facturação internacional da empresa.

Falando sobre Angola, Pinha disse que a Camargo Corrêa está agora a entrar no mercado do imobiliário, país onde este ano prevê investir a maior parte dos 100 milhões de dólares destinados à África Austral.

As operações em Angola, adiantou o responsável, envolvem perto de 1.200 trabalhadores contratados localmente e 200 expatriados.

“O governo (angolano) está a investir em infra-estruturas básicas, depois de a guerra ter devastado o país”, criando oportunidades de negócio para as empresas do ramo, disse o gestor brasileiro.

Outras oportunidades, referiu, estão na construção de habitação para expatriados da indústria petrolífera do país, bem como na necessidade de realojamento dos refugiados da guerra civil angolana.

Para a Camargo Corrêa, Angola é o mercado em maior crescimento numa região onde tem 500 milhões de dólares em contratos de construção de infra-estruturas, como estradas, hospitais e escolas, também em Moçambique e África do Sul.

Em 2006, referiu, a carteira de projectos na região não ia além dos 20 milhões de dólares.

A região representa actualmente 20 por cento das encomendas da Camargo Corrêa no estrangeiro, percentagem que nos próximos três anos deverá crescer para 40 por cento, adiantou o mesmo responsável. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH