Moçambique e China vão reunir-se para analisar cooperação

24 September 2007

Maputo, Moçambique, 24 Set – Moçambique e a China vão passar em revista a cooperação bilateral entre si e delinear estratégias de trabalho para os próximos dois anos, informou sábado o jornal Notícias, de Maputo.

O debate destes temas irá acontecer no decurso da III sessão da Comissão Conjunta para a Cooperação Económica, Técnica e Comercial entre os dois países, marcada para a próxima quarta-feira, em Maputo.

As delegações a este encontro serão chefiadas pelo vice-ministro moçambicano dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Eduardo Koloma, e pelo ministro-assistente do Comércio chinês, Fu Ziying.

Dados estatísticos divulgados pela embaixada da China em Maputo mostram que empresas chinesas construiram mais de 30 projectos em Moçambique, incluindo um centro internacional de conferências, o edíficio do Ministério dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, o parlamento e vão iniciar as obras do novo estádio desportivo de Maputo com capacidade para 42.000 pessoas.

O comércio bilateral entre os dois países em 2006 ascendeu a 210 milhões de dólares contra 165 milhões em 2005 e 119 milhões um ano antes.

A China atribui recentemente a Moçambique o estatuto de “Destino Turístico Aprovado”, uma forma de converter Moçambique num destino turístico em África para visitantes chineses. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH