Grupo indiano adquire controlo de minas de carvão em Moçambique

27 September 2007

Mumbai, Índia, 27 Set – O grupo indiano Gremach Infrastructure adquiriu uma participação de 75 por cento numa empresa moçambicana que lhe dá acesso a 11 minas de carvão naquele país, noticiou quarta-feira em Mumbai o jornal The Economic Times.

O director-geral Rishi Raj Agarwal disse ao jornal que a decisão de adquirir uma participação de controlo na Osho Mozambique Coal Mining, que custou 100 milhões de dólares, enquadra-se na estratégia do grupo em adquirir activos em matérias-primas.

“Detemos uma empresa que dispõe de 11 licenças de exploração…reservas estimadas em 200 milhões de toneladas”, afirmou o Rishi Raj Agarwal ao jornal.

A Austral Coke & Projects, uma subsidiária do grupo que produz carvão de coque para a indústria metalúrgica, “beneficia particularmente deste negócio que lhe dá a garantia de abastecimento constante de matéria-prima”, acentuou o director-geral.

O negócio com a Osho Mozambique dá ao grupo Gremach a propriedade de minas de carvão espalhadas por 13520 hectares em Moatize, próximas das minas da brasileira Companhia do Vale do Rio Doce.

“Moçambique tem uma localização estratégica para as necessidades indianas de carvão uma vez que o transporte custa menos de metade do que o de carvão da Austrália”, disse Agarwal.

O grupo Gremach Infrastructure tem no aluguer de equipamento de construção a sua principal actividade. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH