Moçambique é um dos maiores produtores mundiais de mandioca

9 October 2007

Maputo, Moçambique, 09 Out – Moçambique produz anualmente mais de 6 milhões de toneladas de mandioca, de acordo com dados revelados segunda-feira em Maputo no 10º Simpósio Internacional sobre Culturas de Raízes e Tubérculos Tropicais.

Ocupando 16,7 por cento da terra arável e produzindo 10,4 toneladas por hectare, a produção registada faz com que Moçambique conste da lista dos 10 países do mundo com maior produção de mandioca.

De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Alimentação (FAO), países como a Nigéria, Brasil, Tailândia, Indonésia, República Democrática do Congo, Gana, Índia, Tanzânia, Moçambique e Angola são os que mais mandioca produzem, apontando esta cultura como sendo de grande importância económica e social no mundo em geral.

No encontro, em que perfilam cientistas e pesquisadores africanos, membros da International Society for Tropical Roots and Tuber Crops (ISTRC), o ministro da Agricultura de Moçambique Erasmo Muhate desejou que se definisse uma implementação efectiva de estratégias apropriadas para o aumento agrícola, uma melhor abordagem das raízes e tubérculos como culturas alimentares e fonte de rendimento e tornar os resultados de pesquisas mais visíveis, através de um maior impacto na melhoria da vida das comunidades.

Foram apresentados naquele simpósio, que de decorre sob o lema “Raízes e Tubérculos no Alívio à Pobreza Através da Ciência e Tecnologia Rumo ao Desenvolvimento Sustentável”, diversos temas de acordo com experiências de cada país.

A International Society for Tropical Roots and Tuber Crops (ISTRC) foi criado em 1978 por um grupo de cientistas africanos que reconheceram a importância desta cultura. O encontro termina na próxima sexta-feira. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH