Brasileira Weg quer facturar 30 milhões de dólares na China em 2008

25 October 2007

São Paulo, Brasil, 25 Out – A brasileira Weg, que produz motores eléctricos e tem fábricas em cinco países, quer facturar 30 milhões de dólares na China em 2008, anunciou o próximo presidente executivo da empresa.

Harry Schmelzer Jr., que assume o cargo em Janeiro de 2008, disse ao jornal Valor Económico que pretende que a Weg na China facture 100 milhões de dólares dentro de três anos.

Em Junho, a Weg anunciou que ia investir 25 milhões de dólares na sua fábrica da China para aumentar a produção.

Em 2004 a Weg adquiriu a Nantong Eletric Motor Manufacturing e, desde 2005, produz na unidade chinesa motores eléctricos industriais de baixa e média tensão, destinados principalmente aos segmentos de aço, mineração, petroquímico e aos fabricantes de bombas e compressores.

O novo presidente executivo disse que a Weg “quer dobrar o tamanho das operações no exterior até 2010. O plano da companhia prevê elevar os actuais 10% da produção e facturamento fora do Brasil para pelo menos 20%”.

Harry Schmelzer Jr. disse ainda que, no futuro, a Weg vai ter uma postura mais agressiva nos mercados do Médio Oriente, Leste Europeu e India.

“Na Rússia, a WEG consolida até o fim deste ano a criação de uma filial comercial – modelo que a empresa usa para conhecer os mercados. A operação poderá evoluir para uma unidade de produção no futuro. Os clientes russos são atendidos até o momento a partir da filial na Alemanha” refere ainda o executivo brasileiro.

Os investimentos da empresa em 2007 foram da ordem dos 260 milhões de reais.

Entre Julho e Setembro, a Weg facturou 1,2 mil milhões de reais, com crescimento de 32,7 por cento em relação a igual período do 2006.

Actualmente a Weg tem unidades no Brasil, México, Argentina, Portugal e China. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH