Governo de Angola procura alternativas à importação de materiais de construção

25 October 2007

Luanda, Angola, 25 Out – O ministro angolano das Obras Públicas, Higino Carneiro, afirmou terça-feira em Luanda que o governo está à procura de alternativas para dar resposta ao aumento da procura de materiais de construção, nomeadamente cimento.

Em declarações à agência noticiosa angolana Angop durante uma visita que efectuou a alguns projectos em construção em Luanda, Carneiro disse que não obstante a cimenteira de Luanda produzir 90 mil toneladas de cimento, contra 24 mil em 2006, é necessário recorrer à importação.

O ministro disse também que a cimenteira do Lobito tem actualmente uma produção anual de 240 mil toneladas.

Para dar resposta à procura, duas cimenteiras estão a ser alvo de reparações e duas outras estão em construção em Luanda e em Benguela, devendo entrar em funcionamento dentro de dois anos.

Um saco de 50 quilogramas de cimento é vendido a um preço entre 1350 e 1600 kwanzas (entre 16 a 20 dólares). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH