Angola vai ter mais uma fábrica de cimento num investimento de 91 milhões de dólares

29 October 2007

Luanda, Angola, 29 Out – Angola vai dispor de uma nova fábrica de cimento com um investimento privado avaliado em 91 milhões de dólares e denominado Nova Fábrica de Cimento do Lobito que sexta-feira foi aprovado pelo governo angolano.

O projecto, , que será executado numa área de exploração mineira pela empresa Secil Companhia de Cimentos do Lobito, prevê a criação de 314 postos de trabalho directo, de acordo com o comunicado da sessão do Conselho de Ministros.

Na quinta-feira, o presidente da Nova Cimangola, Rui Ferreira, disse que a empresa tem de importar 600 mil toneladas de clinker, com um valor de 54 milhões de dólares, para manter a produção de cimento de 1,2 milhões de toneladas por ano.

Ferreira disse ainda que para além da importação de clinker, a Nova Cimangola importa igualmente todos os anos 80 mil toneladas de gesso, porque as suas jazidas, localizadas na zona dos Libongos, província do Bengo, há muito que se esgotaram.

A produção de cimento na Nova Cimangola atingiu 1,2 milhões de toneladas de cimento/ano em Setembro de 2005, com a entrada em funcionamento do quinto moinho de clinker – produto resultante da mistura de argila, calcário, areia, água e submetido a uma temperatura de 1600 graus centígrados.

Para ultrapassar o défice desta matéria-prima (clinker), e em função do crescimento da procura do cimento no país, a cimenteira preconiza investir, nos próximos anos, 200 milhões de dólares na construção de um novo forno, no município de Cacuaco, com a capacidade de dois milhões de toneladas/ano.

Criada em 1957, a cimenteira tem como accionistas a Ciminvest ,com 49 por cento, a Cimangola UEE, com 40,20 por cento, o Banco Africano de Investimentos (BAI), com 9,52 por cento e pequenos accionistas com 1,28 por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH