Trocas entre Brasil e países de língua portuguesa crescem 34 por cento até Setembro

30 October 2007

São Paulo, Brasil, 30 Out – As trocas comerciais entre o Brasil e os demais países de língua portuguesa cresceram 34,4 por cento nos primeiros nove meses de 2007, para 3,154 mil milhões de dólares, de acordo com dados do Ministério brasileiro do Comércio Exterior.

No período entre Janeiro e Setembro, as compras brasileiras aos parceiros na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) — Portugal, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste — tiveram um crescimento expressivo em relação ao mesmo período do ano passado: 97,3 por cento, para 1,068 mil milhões.

O maior exportador para o Brasil este ano é Angola, com 838 milhões de dólares nos primeiros nove meses, um aumento de 149 por cento sobre o mesmo período de 2006. O destaque é o petróleo, com 766 milhões desse total.

Entre os países da CPLP, Portugal é o segundo exportador para o mercado brasileiro, com 230 milhões, um crescimento de 13 por cento, sendo o principal produto o azeite, com 50 milhões de dólares.

Cabo Verde vendeu ao Brasil apenas 64 mil dólares no período entre Janeiro e Setembro. Os dados não registam compras brasileiras de Moçambique, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste no período em análise.

As exportações brasileiras para os países de língua portuguesa também aumentaram, mas a um ritmo bastante menor: 15,6 por cento, para 2,086 mil milhões de dólares. As vendas do Brasil para Portugal somaram 1,242 mil milhões e para Angola esse valor ficou em 793 milhões de dólares.

Este ano, até Setembro, o terceiro mercado para o Brasil, entre os países de expressão portuguesa, é Cabo Verde (24 milhões de dólares) e o quarto é Moçambique (17 milhões).

Em seguida vêm Guiné-Bissau (7 milhões de dólares) e São Tomé (1,3 milhão), sendo os embarques para o Timor-Leste residuais (195 mil dólares). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH