Moçambique: União Europeia financia reconstrução do sistema de saneamento da Beira

8 November 2007

Beira, Moçambique, 08 Nov – A União Europeia vai financiar a reconstrução do sistema de saneamento e drenagem da cidade da Beira nos termos de um acordo assinado sábado naquela cidade com o governo de Moçambique.

Financiado através do Fundo Europeu para o Desenvolvimento (FED), a empreitada, no valor de 53 milhões de euros, será executada pelo consórcio CMC/Conduril e vai permitir eliminar a poluição das águas marinhas e do estuário do rio Púnguè, melhorando as actividades piscatória e turística daquela região do país.

A cerimónia foi presidida pelo Ministro das Obras Públicas e Habitação, Felício Zacarias, que deu a conhecer que o projecto compreenderá, fundamentalmente, a reconstrução do sistema de saneamento e capacitação instituicional dos serviços municipais atinentes, com vista à criação de serviços autónomos de saneamento da cidade.

O ministro disse ainda que foi recentemente concluído o projecto de construção da nova estação de captação de água na cidade da Beira, que já beneficia mais de 150 mil pessoas naquela urbe e no Dondo durante todo o dia.

Por seu turno, Glaulo Caczoula, embaixador da União Europeia em Moçambique, reconheceu que o projecto de saneamento da cidade da Beira é, até à data, o maior que a União está a financiar a nível nacional.

Reiterou o comprometimento da UE em apoiar o PARPA (Plano de Acção para a Redução da Pobreza Absoluta), tendo anunciado que, ainda este ano, será assinado um acordo entre o governo de Moçambique e a União para o financiamento do Fundo Europeu para o Desenvolvimento (FED) para o período 2008/2013. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH